Renata Bueno e suas promessas de campanha

Deputada na Itália desde 2013, a ex-vereadora de Curitiba Renata Bueno fez, no último final de semana, campanha em cidades com forte influência italiana, como Criciúma (SC) e a região da Serra Gaúcha (RS).

A candidata à reeleição tem sido exaustivamente cobrada nas mídias sociais por suas promessas realizadas há 5 anos. O site Eleições Italianas analisou as promessas de campanha de Renata Bueno (realizadas em 2013). Na época, as promessas foram publicadas pelo jornal A Tribuna e pelo Portal Clicatribuna.


Promessas de Renata Bueno em 2013:

Melhorar o atendimento consular – Nada foi feito e a situação inclusive piorou nos últimos 5 anos.

Agilizar o processo de reconhecimento de cidadania italiana – Nada foi feito, a taxa passou para 300 euros e o dinheiro nunca foi repassado para os consulados no Brasil. Com exceção do Estado do Rio de Janeiro, existe um prazo médio de 8 a 12 anos pelo reconhecimento nos outros Estados brasileiros.

Intercâmbio cultural e educacional entre universidades brasileiras e italianas para os descendentes – Nada foi feito, nenhuma política em vigor. Apenas iniciativas de universidades privadas, sem qualquer apoio governamental.

Plano de aposentadoria para os italianos que vivem no exterior – Nada foi feito.

Um consulado italiano para o Estado de Santa Catarina – Nada foi feito, sendo que existe uma movimentação para que isso aconteça agora através do conselheiro da Câmara de Comércio e Indústria italiana, Diego Mezzogiorno.

 

 

Comentários